,

Ambição, espiritualidade e harmonia: ingredientes fundamentais para um empreendedor de sucesso

Menta90

Sucesso é uma palavra frequente nos dias de hoje, principalmente quando falamos de vida profissional. Todos querem ser bem-sucedidos em sua carreira ou empreendimento e, com certeza, é preciso dedicação e esforço para que alcancem seus objetivos. No entanto, vivemos num tempo em que muitos empresários ou profissionais não conseguem conciliar o sucesso no trabalho com a vida pessoal. Por vezes, a atividade profissional se torna o centro da existência dessas pessoas, que levam uma espécie de vida dupla: são felizes no trabalho, porém infelizes em seus relacionamentos.

Mas afinal, o que é ter sucesso profissional? Será que este conceito está desvinculado da vida pessoal? Será possível ser bem-sucedido em todas as esferas da nossa vida?

Estas e outras questões pautaram minha conversa com o empreendedor, teólogo e investidor anjo Benício José. Ele também é formado em Eletrônica, possui MBA em Gestão Estratégica pela FGV, é mentor da Anjos do Brasil e do Sebrae, e dá aulas de empreendedorismo.

“A vida tem que ser algo harmonioso. Se for, traz felicidade”, resume Benício. Seguindo essa linha de pensamento, não faz sentido separar o sucesso profissional do pessoal. Assim, podemos dizer que o sucesso é nossa realização profissional, desde que não destoe da nossa vida pessoal. “Provavelmente, na minha jornada (que é minha vida), se eu não conseguir ter o sucesso pessoal de alguma forma parecido com meu sucesso profissional, eu entro em conflitos. E esses conflitos são, muitas vezes, a raiz de inúmeros problemas: pessoais, financeiros, doenças. Você acaba somatizando, ao longo da vida, inúmeras dores e angústias, porque você não tem uma vida pessoal resolvida. Então, encontramos aquele empreendedor com um sucesso fantástico nos negócios, mas que acaba ficando doente o tempo todo, ou sofre de doenças graves”, completa ele.

 

Medindo o sucesso

Para Benício, não existe uma medida. Isso porque o sucesso pode ter significados diferentes para cada pessoa, baseados nos valores, vivência e personalidade. Depende daquilo que consideramos bom para nós. Comprar um carro de luxo, por exemplo, pode significar sucesso para alguns. Mas há quem não considere a posse um tipo de sucesso, e dê mais importância para experiências, como poder alugar o carro que deseja, ou poder ir ao trabalho caminhando ou de bicicleta.

“Na verdade, sucesso é aquilo que eu gostaria de falar, com toda a franqueza, que eu conquistei. Meu filho mais novo juntou dinheiro para comprar um celular, economizando o que ganhava para comprar lanche na cantina da escola, já que ele podia levar lanche de casa. Ele me agradeceu, disse: pai, se você não tivesse me ensinado, eu não teria feito isso. Esse tipo de coisa, que é uma pequena realização, para mim é suficiente”, conta Benício.

Outra reflexão interessante que ele faz é que, muitas vezes, o sucesso está na nossa frente, mas não conseguimos enxergar. Precisamos começar valorizando o que já temos em nossa vida. Seja grato pelas conquistas materiais, por ter uma casa ou um carro, mas sobretudo, dê valor às lições que já aprendeu e às pessoas que estão ao seu lado. Na maioria das vezes, o que faz a diferença na nossa vida não são grandes ações, eventos ou grandes volumes de recursos, e sim a percepção do pequeno e do singelo.

 

Ambição e sucesso

Um ingrediente fundamental para ter sucesso é a ambição. Afinal, para sermos realizados precisamos agir, não adianta ficar só no campo das ideias ou da imaginação. E, como cita Benício, a ambição é um motor que nos impulsiona a conquistar. “Ela é perfeita quando eu sei aonde quero chegar. Quando tenho uma ambição gigante, mas eu não tenho um objetivo claro, a ambição acaba se perdendo e, muitas vezes, sendo combustível ruim, que acaba me fazendo mal. Agora, se eu tenho objetivos claros, tenho projetos definidos e sou uma pessoa ambiciosa, com certeza eu vou escalar mais rápido meus objetivos. E ainda digo mais: ambição é um sentimento muito bom. Na dinâmica que vivemos, num mundo em que temos que ser, de certa forma, protagonistas de nossas ações, se eu não sou ambicioso em conquistar, dificilmente vou conseguir ir muito longe”, detalha ele.

 

Espiritualidade é sinônimo de serviço

Além da ambição, Benício chama a atenção para a espiritualidade como peça importante no caminho para nossa realização plena. “O ser humano, por natureza e por existência, é um ser espiritual. Quando eu falo de espiritualidade, não estou vinculando a nenhum credo. Posso ter uma espiritualidade extremamente evoluída e avançada, sem obrigatoriamente confessar uma fé em alguma religião”, explica ele. Para definir a espiritualidade, podemos usar o conceito de serviço, no sentido de influenciar outras pessoas, fazer outros seres humanos felizes a partir de nossa experiência e atitude. “Como seres humanos, nossa felicidade só é plena quando outros estão felizes por nossa causa. Quem vive isso de forma plena é o líder que tanto almejamos dentro das empresas, é o empreendedor que arrasta multidões, é aquela pessoa que, quando começa a falar, todo mundo quer ouvir. Isso é serviço”, afirma Benício.

 

Descubra-se

Para desenvolver essa harmonia e espiritualidade, precisamos, primeiro, conhecer a nós mesmos, nossas limitações e sentimentos. Dessa maneira, podemos reconhecer a importância das pessoas que estão ao nosso lado, e valorizar sua presença. “Quando eu não me abro às experiências verdadeiras com outras pessoas, fica difícil fazer uma experiência verdadeira de harmonia e espiritualidade. O mundo não se transforma olhando para longe ou para os outros; o mundo se transforma olhando para dentro de mim. Já dizia o filósofo que ética é aquilo que você faz quando ninguém está vendo. Quando você está diante do espelho e não tem ninguém vendo, o que será que você é capaz de fazer? Essa pergunta é que eu devo me fazer diante do espelho, porque, se tenho a resposta dela, provavelmente já estou dando um passo importante para entender o quanto posso ser feliz e o quanto posso ter harmonia. Não se espante, provavelmente você vai descobrir coisas muito dolorosas, mas esse é o primeiro passo, é o passo da transformação: descobrir quem eu sou”, comenta Benício.

 

O papel do empreendedorismo

Na verdade, ele é um poderoso instrumento de transformação nas mãos de quem entende que se pode empreender em qualquer lugar. “Talvez seja a única ferramenta que temos na mão, hoje, para transformar o mundo inteiro, e inclusive trazer muita harmonia para as pessoas, até no caráter espiritual, porque quando envolvo realização, eu envolvo um lado espiritual nisso”, salienta Benício, lembrando que, para empreender de fato, é preciso partir de um problema. Em suma, empreender é a capacidade de resolver um problema gerando valor para outras pessoas.

 

Comece fazendo a diferença

Eu não poderia fechar este artigo sem deixar algumas dicas do Benício para quem quer buscar a harmonia, essa combinação equilibrada entre sucesso profissional e pessoal. Para começar, independentemente de religião ou fé, que você acredite, entenda que há energias e dimensões que a gente não compreende muito bem, mas que são importantes para que cada um esteja bem consigo mesmo. “Como faço experiência disso? Primeiro, perceba quem são as pessoas que caminham com você, que acompanham você. Preste bastante atenção em quem são essas pessoas que estão do seu lado. Elas têm valores parecidos com os seus? Que bom. Se não, não dá para ficar junto. Se eu entendo essa dinâmica, entendo que a minha felicidade depende da felicidade que eu propago para os outros, e já caminho por uma linha interessante”, completa ele.

Essas pessoas que estão ao seu lado também precisam estar engajadas, apoiando você em seus objetivos e dando conselhos, quando necessário. É fundamental entender que não existe sucesso sozinho; isso se chama solidão.

Por fim, avalie seu dia hoje. Você fez a diferença na vida de alguém, causou a felicidade de algum ser humano? Se não, defina essa meta como prioridade para amanhã. Você vai ver que terminará o dia muito mais feliz e realizado.

Gostou deste artigo? Deixe sua opinião.

Você pode acessar a entrevista completa com o Benício aqui: http://menta90.com.br/empreendedor-teologo-e-investidor-anjo-com-benicio-jose/

 

Por Marcelo Pimenta (Menta90). Jornalista, professor e criador do blog Mentalidades.
Conheça as palestras e cursos que ele oferece e saiba como ele pode te ajudar a inovar.

Comentários facebook

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se à vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *