Menta90

Nosso tema de hoje é uma palavra muito usada quando falamos de inovação: visão. Não é possível inovar sem ter uma visão, que pode ser um jeito de perceber as coisas, pessoas e processos ao nosso redor e também uma visão de futuro, de como quer que a realidade seja.

Um exemplo que  nos inspira é a Cacau Show, hoje uma das maiores redes de chocolates finos do mundo. A empresa é fruto do comprometimento e da dedicação de seu dono, Alexandre Costa. No fim da década de 1980, aos 17 anos, ele resolveu vender Ovos de Páscoa na oeste da cidade de São Paulo.  Para essa venda, ele utilizou o catálogo de produtos que vinha sendo usado por sua mãe. Porém, este catálogo continha vários tamanhos de ovos, incluindo um ovo de 50 gramas. Ele recebeu as encomendas, mas ao chegar na fábrica que produziria os ovos descobriu problema: a  empresa de chocolates tinha descontinuado a produção de Páscoa dos ovos de 50 gramas.

Naquele momento, Alexandre Costa poderia ter desistido, mas não. Ele, como estava comprometido, buscou uma solução. Encontrou Cleusa Trentin, que fazia ovos de Páscoa sob encomenda. Juntos, numa pequena cozinha, os dois trabalharam por três dias seguidos para entregar os 2 mil produtos. Com o lucro do trabalho em mãos, Alexandre percebeu que faltavam, no Brasil, opções acessíveis no mercado de chocolates finos.

Então, teve a visão de uma fábrica de chocolates que vendesse presentes, e investiu na fundação da Cacau Show.

Precisamos entender que, como diria o pesquisador e pensador Napoleon Hill, tudo começa na nossa mente. E qualquer coisa que nossa mente pode conceber, também pode ser conquistada.

Eu sou fã do Napoleon Hill, autor do best-seller a Lei do Triunfo.

Ele nos ensina que o primeiro passo está sempre na imaginação, em visualizar nosso objetivo.

Até a Bíblia, no livro de Provérbios, fala que o homem é da maneira que ele se imagina.

É a visão que nos move. Henry Ford dizia que, se você pensa que pode ou que não pode, de qualquer forma estará certo. Ou seja, a visão que você fizer de si mesmo, da sua vida e do seu negócio é aquilo que ele vai se tornar. Uma visão positiva sinaliza que estamos motivados, assim como a visão negativa pode ser um alerta de que não estamos no caminho certo.

Para finalizar, deixo aqui uma provocação: por qual prisma você tem enxergado sua vida e o seu negócio? Muitos estão olhando pelo prisma da crise, e aí só enxergam dificuldades, pouco dinheiro entrando, clientes sem recursos, falta de investimento. Outros olham pelo prisma do medo, já que tudo está mudando rápido, e aí ficam ansiosos, preocupados se amanhã ainda terão seus clientes e parceiros, se o seu produto ainda será viável. Se pararmos para analisar, essas dúvidas são comuns e podem ser úteis, mas precisamos olhar por outro prisma, trocar nosso filtro. Que tal olhar pelo prisma da oportunidade? Ou pelo prisma da inovação? É nos momentos de crise que surgem grandes soluções, porque os caminhos antigos acabam ficando inviáveis e somos obrigados a repensar nossa forma de fazer as coisas.

Até a próxima!

Por Marcelo Pimenta (Menta90). Jornalista, professor e criador do blog Mentalidades.
Conheça as palestras e cursos que ele oferece e saiba como ele pode te ajudar a inovar.

Comentários facebook

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *