Menta90

Por todo o planeta, uma das redes sociais que mais têm crescido em quantidade de pessoas e interações é o Instagram. Em 2017, ele bateu a marca de 800 milhões de usuários no mundo, e 50 milhões deles são brasileiros. Além da valorização das imagens – tipo de conteúdo priorizado na rede social -, o maior uso do Instagram tem influenciado a forma de vender, pois muitos consumidores estão procurando, se relacionando com suas marcas ou lojas favoritas, e até comprando e contratando serviços pela rede.

Para ajudar empreendedores e quem deseja começar o seu negócio a aproveitar melhor o potencial dessa mídia, conversei com a Laís de Leon, produtora de conteúdos digitais na Socialrocket, heavy user e atuante em redes sociais, marketing de conteúdo e inbound marketing. A seguir, você acompanha um resumo sobre os insights dessa entrevista.

Conheça seu público e mercado

Antes de criar um perfil e começar suas postagens, você precisa traçar uma estratégia de marketing, que só terá sentido se for baseada num público-alvo. Por isso, é essencial fazer pesquisas, descobrir quem são os principais players no seu mercado e seus consumidores, de que forma se comportam e que tipo de conteúdo eles gostam de ver.

Conhecendo seu público, vai ficar bem mais simples traçar sua estratégia de conteúdo, tipo de postagem e linguagem que sua marca vai adotar no Instagram. “Você pode ser uma empresa mais jovial e usar uma linguagem informal, memes, notícias da hora para fazer publicações; ou pode ser empresa mais séria e fazer um tipo de postagem mais business, e também vai observar um comportamento padrão do seu público”, detalha Laís.

Também é importante conquistar seguidores relevantes para o seu negócio. Se você tem, por exemplo, uma lavanderia de bairro em São Paulo/SP, não adianta investir em seguidores de outros estados – a não ser que você também ofereça algum produto ou serviço online, com capacidade de entrega por todo o Brasil.

Não tenha medo de errar e corrigir a rota

Toda estratégia de marketing demanda tempo para gerar uma resposta mais efetiva, uma conversão ou venda. Portanto, é preciso pensar a estratégia para meses, e não dias, e sempre existe a possibilidade de não alcançar o resultado esperado. Quando isso acontecer, use os dados que o Instagram oferece, selecione o que deu certo, e o que não deu. Repita as ações bem-sucedidas e não tenha medo de corrigir ou trocar aquelas que não geraram engajamento. Tenha em mente que o universo digital é um ambiente de experimentação.

Tenha um perfil só para sua empresa

Mesmo que você seja autônomo, invista num perfil profissional. Muitas vezes, as pessoas perdem engajamento e identidade com sua marca por misturarem postagens pessoais com promoções e outros conteúdos empresariais. Isso não é bom para a visibilidade do seu negócio.

Preocupe-se com a qualidade do conteúdo que você posta

Você está no Instagram, uma rede que tem as imagens como razão de existir. Assim, é essencial postar fotos de qualidade, além de legendas claras e objetivas, que complementem as figuras. Tome cuidado com a quantidade de texto nas fotos; o ideal é que não ultrapasse 30%, ou você corre o risco de desviar a atenção do produto ou serviço mostrado.

Fique atento à frequência das postagens

A quantidade de posts pode variar entre uma ou duas por dia, considerando o segmento de atuação da sua empresa. Evite postar muitas vezes durante o dia, pois isso pode incomodar seus seguidores. Por outro lado, não passe muito tempo sem postar nada, sem interagir com seu público.

Use o Instagram Stories

Esta tem se tornado uma das ferramentas mais importantes da rede social, com mais de 300 milhões de usuários ativos todos os dias. Com o stories, você pode – e é recomendado, inclusive – postar mais de um ou dois conteúdos, diariamente. Para aumentar seu alcance, explore as possibilidades do Stories; com ele, é possível criar enquetes, marcar outras pessoas, marcar a localização e inserir hashtags.

Para reforçar a importância dessa feramenta, lembre-se que, para assistir sua história, o usuário teve que clicar na bolinha do seu perfil, ou seja, teve uma ação que indica interesse no seu conteúdo. Então, invista na produção de vídeos e fotos relevantes para seus seguidores, e interaja com eles por meio de call-to-action. Você pode convidá-los a responder uma enquete, acessar um link ou contar sobre as impressões deles, além de promover descontos caso tirem um print da história, ou divulgar promoções relâmpago.

Outro benefício de se produzir stories relevantes é que, caso seus seguidores interajam, suas próximas histórias vão aparecer na frente de outras pessoas, facilitando interações futuras.

Instagram Shopping

Ferramenta criada nos Estados Unidos em 2016, ela foi liberada no Brasil recentemente. Essa funcionalidade permite vincular sua loja no Facebook ao Instagram. Para isso, além de ter a loja, é necessário que o checkout do seu produto seja no Facebook ou e-commerce. Toda a configuração será feita pelo Facebook, e então será possível levar seu cliente para a página de venda do produto; basta ele clicar na etiqueta que aparecerá na sua postagem. Também é possível inserir informações rápidas sobre um item no próprio Instagram, como preço, tamanho, modelo, etc.

Escolha as melhores hashtags

#Love é a hashtag mais usada em todo o mundo, por isso você também precisa usar, certo? Nem tanto. O problema das hashtags muito genéricas é que sua publicação acaba se perdendo entre as centenas de milhares que usam #love e outras tags populares. O ideal é eleger as palavras-chave interessantes para seu negócio, e então segmentar o quanto for possível. Você pode escolher uma hashtag de uso moderado, e várias outras menos populares; assim, você aumenta as visualizações dos seus conteúdos. Também é bom criar uma hashtag que identifique sua empresa. Assim, quando ganhar fama no Instagram, você e seus clientes poderão ver reunidos todos os conteúdos que mencionem seu negócio. E sempre use hashtags, pois publicações com elas têm um engajamento até 12% maior.

Aposte nos anúncios patrocinados

Eles têm sido uma das maiores fontes de coleta de leads no Instagram. Para criar um, basta usar o gerenciador de anúncios do Facebook. Fique atento ao tipo de postagem e configurações necessárias para o seu anúncio, pois um conteúdo mal configurado ou que contenha propaganda enganosa pode até fazer você perder sua página nas redes sociais. Também fique atento ao link para o qual sua peça vai levar, o link do seu call-to-action. Ele precisa ser amigável e livre de vírus. Se puder, aposte num link rastreável – assim, você consegue identificar de onde vieram seus clientes.

Dica de ouro: Seja autêntico

Claro que você pode, e deve, estudar seus concorrentes e eleger perfis para se inspirar. Mas não produza conteúdos muito parecidos com os de terceiros, pois seus seguidores não verão por que seguir dois perfis quase iguais. Quanto mais autêntico você for, mais vai estar na lembrança do público; então, não tenha medo de pensar fora da caixa e fazer diferente.

Outra forma de se diferenciar é criar uma identidade visual para sua marca nas redes sociais. Você pode usar as cores presentes no seu logotipo, por exemplo, e aplicar, nas fotos, marcas ou filtros que identifiquem sua empresa. Isso também ajuda o consumidor a lembrar do seu negócio.

Bônus

Para quem está começando, pode ser difícil produzir e administrar os conteúdos no Instagram, mas pense no tempo dedicado como um investimento para melhorar seus resultados. Caso você precise de ajuda, pode investir em plataformas como a Socialrocket, que oferece automação para conquista de novos seguidores e engajamento.

Você pode se cadastrar e testar a plataforma por 5 dias, totalmente grátis! Clique aqui e use o cupom MENTA90: https://app.socialrocket.com.br/signup

Este post foi inspirado na minha conversa com a Laís de Leon, produtora de conteúdo da Socialrocket. Assista ou ouça a entrevista completa, via Podbean, Itunes ou Spotify.

Comentários facebook

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *