Foi-se o tempo de que os influenciadores dos jovens brasileiros eram os professores e os políticos. Quem domina a lista de personalidades mais admiradas entre os adolescentes de 14 a 17 anos, pelo segundo ano consecutivo, são os YouTubers, revela a pesquisa divulgada recentemente pela Provoker em parceira com o Meio e Mensagem a pedido do Google. O topo da lista pertence ao apresentador Luciano Huck, seguido dos YouTubers  criadores dos canais “Whindersson Nunes” e “Coisa de Nerd”.  Dentre as 20 personalidades mais influentes, 10 são conhecidos devido ao trabalho que fazem no YouTube.

A revelação confirma outra pesquisa, lançada recentemente pelo YouPix, em que mostra o papel dos influenciadores na geração de conteúdo nas redes. Por esse levantamento, descobre-se que apenas 2% dos usuários das redes sociais são responsáveis por 54% de todo o conteúdo gerado – por isso mesmo são chamados de influenciadores, pois o conteúdo postado por eles nas redes são aqueles que recebem o maior número de curtidas, comentários e compartilhamentos.

Outra característica desse fenômeno é que muitas dessas novas celebridades não são conhecidas do grande público, mas são idolatradas pela galera mais jovem. A imagem abaixo mostra o grau de reconhecimento de cada YouTuber (se você tem mais de 20 anos provavelmente não conhece muito deles).

influenciadores-1

 

A pesquisa do YouPix também revela que as marcas estão cada vez mais vendo esses “creators” (criadores de conteúdo) como aliados nas suas estratégias de marketing. O levantamento indica que as marcas estão investindo / patrocinando estas novas celebridades em busca do reconhecimento e da RELEVÂNCIA que eles conquistaram com o público jovem.  Porém, postagens identificadas como patrocinadas recebem 25,3% menos comentários, 12,7% menos curtidas e 83% menos compartilhamentos.

Por Marcelo Pimenta (Menta90). Jornalista, professor e criador do blog Mentalidades.
Conheça as palestras e cursos que ele oferece e saiba como ele pode te ajudar a inovar.

Comentários facebook

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *