Menta90

O que é ser inovador? Essa foi a primeira questão levantada pela minha colega Martha Terenzzo, mentora, trendhunter, facilitadora de Inovação e professora, durante o ESPM Live realizado em 21 de fevereiro de 2018. Na ocasião, Martha lembrou que a inovação é algo que precisa ser desmistificado, porque muita gente ainda pensa que inovar é uma tarefa para poucos.

Mas a verdade é que a inovação se tornou fundamental para qualquer negócio, seja ele pequeno ou grande, e também para qualquer profissional. Porque inovar é uma busca constante pela geração de valor que seja percebido pelo cliente, e cada vez mais o nosso processo de decisão é orientado pelo valor que enxergamos num produto ou serviço.

Enquanto há uma multidão reclamando da crise, da falta de oportunidades e perda de clientes, quem entrega valor, quem inova, mantém sua agenda cheia, seu comércio repleto de consumidores, os negócios fluindo. Porque, quando o cliente enxerga um valor diferenciado num negócio, ele permanece, se torna fiel, não vai querer trocar aquele produto ou serviço por nada.

Desde o início do ano, tive a oportunidade de viajar e conhecer inovações em alguns cantos do mundo, como nos Emirados Árabes e na França. Também visitei Lisboa, e ali conheci a Fantástica Fábrica da Sardinha. É uma loja incrível, onde são vendidas latas de sardinha – um produto bem comum, que normalmente custa entre € 1,00 e € 2,00 em Portugal. Mas aquela loja vive cheia, e vende o produto por € 7,00. Porque ali conseguiram transformar uma lata de sardinha num presente. Cada uma vem com um ano e algumas informações no rótulo.

Por exemplo, a sardinha com o ano 1971 vai informar que naquele ano foi lançado algum álbum dos Beatles, além do nome de pessoas famosas nascidas no período. As embalagens são diferenciadas e contam uma história, se apropriam de informações públicas para entregar valor. Então, você leva de presente aquela sardinha e paga € 7,00, enquanto o comerciante ao lado tenta vender sardinha por menos de € 2,00, e não consegue.

Perceba que a inovação pode estar em qualquer coisa.

Mindset e lookset

Inovação exige criatividade, que, ao contrário do que muitos acreditam, já nasce com todo ser humano. Só que precisamos exercitar nossa criatividade, começando pelo repertório, que será nossa matéria prima. Grande parte daquilo que criamos vem da combinação de algo que conhecemos com um novo olhar.

Portanto, nunca pare de viajar, de ouvir novas músicas, ler livros ou artigos de assuntos aleatórios, pelos quais você não se interessa. Fique em contato com a novidade, mantenha a mente aberta, porque é daquela revista sobre pesca que pode surgir um insight para você captar mais clientes.

Investindo em conhecimento – próprio, sobre seu cliente ou sobre o mercado -, você estará construindo uma mentalidade inovadora, desenvolvendo seu mindset. Simultaneamente, aposte também na construção de um lookset, na sua capacidade de observar outras empresas, outros profissionais e tomar como exemplo, adaptando suas atitudes, as boas ideias para o seu negócio.

Inovação é uma busca diária

Minha experiência mostra que inovar precisa ser um exercício de todo dia. Para ser inovador, você precisa acordar a cada manhã e pensar:  em que vou inovar hoje, o que vou fazer melhor hoje do que ontem? Essa busca vai fazer a diferença em toda a sua vida. Como diria Fernando Pessoa: “caminhante, não há caminho. O caminho se faz ao andar”.

Inovador, não há regra. Inovar se faz inovando. Você precisa, todos os dias, inovar um pouco, e será um profissional inovador, com um trabalho melhor, ou um empreendedor melhor e mais feliz. Além de conseguir entregar valor, melhorar a experiência do seu cliente e fazer a diferença na sua comunidade, país, no planeta.

Comentários facebook

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *