Um dos pontos altos do Digitalks 2016, na minha opinião, foi a palestra de Eric Siu, CEO da SingleGrain, uma das agências mais focadas na geração de retorno sobre investimento em mídia digital nos Estados Unidos.  E ele não apenas impressionou pela segurança e objetividade, mas pela representação máxima do profissional de marketing nerd, deixando a “frieza dos números” mostrarem sua importância na decisão do investimento de marketing. O tema de sua palestra, “6 effective paid advertising tactics for 2016”, foi rápida, cheia de números e dicas que comprovam que no marketing, cada vez mais, não basta ser criativo – tem que gerar resultados mensuráveis.

E isso ficou claro já num dos primeiros slides (este abaixo), onde ele mostra que apenas sete serviços de internet /software conseguem ter mais de um bilhão de usuários: MS Windows, Google Search, Facebook, MS Office, Youtube, Android e Chrome.  “Se você quiser crescer rápido, talvez não vá anunciar diretamente no Windows ou no Office, mas provavelmente precisa estar de alguma forma encontrável no Google, Facebook e YouTube” defende ele.

digitalks artigo 2 - A

Quatro das sete maiores empresas online do mundo com mais de um bilhão de usuários pertencem ao Google

 

Das seis estratégias de marketing pago mais relevantes para 2016, destaco duas que mais me chamaram a atenção na palestra.

Dar a devida atenção a publicidade no YouTube

digitalks artigo 2 - B

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

– O YouTube é o segundo maior mecanismo de busca do mundo (só perde para o pai Google);

– Ainda não está saturado;

– Tem disponível seis diferentes formatos de anúncio;
Alguns dos diferentes formatos de publicidade disponíveis no YouTube. Veja todas aqui.

– Você pode anunciar a partir de um CPV (Custo Por Visualização)  por  R$ 0,01 (isso mesmo, um centavo). Claro que a partir do monitoramento dos resultados e do produto que está sendo promovido, talvez você precise aumentar sua verba por visualização mas são preços muito mais competitivos do que no Google AdWords.

– Você tem várias opções de segmentação de público incluindo idade, localização, gênero, interesses, palavras-chave, devices…

 

Você já pensou em anunciar no Gmail?

Anunciar no Gmail é uma estratégia relativamente nova e que, segundo alguns cases que Eric Siu apresentou, pode ser muito rentável. Caso você ainda não tenha percebido, os anúncios no Gmail permitem que o usuário possa ler um email (que pode ser salvo ou encaminhado para amigos), a partir do clique no anúncio. Como abaixo, clicando na campanha da Stock Car feita pela Tickets for Fun,

digitalks artigo 2 - C

Você verá um anúncio como esse, que permite não só a compra dos ingressos, mas que a mensagem seja salva na caixa de entrada ou encaminha a quem o usuário desejar.

digitalks artigo 2 - D

 

“Há casos de clientes que estavam gastando US$ 150,00 dólares no CPA e hoje estão operando com valores na casa dos US$ 7,00” falou, sem citar o nome do cliente ou qual foi o contexto da campanha. Se você quiser saber mais sobre como anunciar no Google, Eric criou um passo a passo onde ele mostra como conseguir esses resultados, incluindo custos por click por menos de US$ 0,10.

Se você ficou interessado em saber mais sobre a palestra e sobre os testes e pesquisas que ele vem realizando no sentido de ver como é possível fazer “marketing de resultados”, unindo mensuração e maneiras criativas de adquirir clientes no mundo digital, vale acompanhar seu podcast – GrowthEverywhere – onde  Eric entrevista empreendedores de classe mundial que conseguem um crescimento rápido, de forma disruptiva. Ele também mantém, em parceria com Neil Patel, o Marketing School Podcast, onde eles trocam ideias sobre  estratégias não convencionais de marketing digital.

———————————————————————–

– Esse post foi redigido para publicação no Portal Digitalks

Por Marcelo Pimenta (Menta90). Jornalista, professor e criador do blog Mentalidades.
Conheça as palestras e cursos que ele oferece e saiba como ele pode te ajudar a inovar.

Comentários facebook

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *